16.3 C
Ijuí
quarta-feira, abril 17, 2024

Renovação de livros depende de doações

Sem renovação de acervo e compra de livros novos desde 2019, a Biblioteca Pública Municipal está sendo mantida pela doação de exemplares da comunidade local. Segundo a bibliotecária responsável, Aline de Souza Diehl, com a demora na compra de exemplares novos, as doações ajudam a manter o acervo do espaço literário.

A última vez que a Biblioteca recebeu livros novos, comprados pelo poder público, foi ainda na antiga gestão municipal do prefeito Valdir Heck (2017-2020). Na época, conforme a bibliotecária, foram adquiridos exemplares que faziam parte da lista de solicitações dos usuários. “Foi um processo longo, que levou o ano todo para conseguirmos adquirir os livros. Depois disso, não recebemos mais nada.”

A demora para receber livros novos não é por falta de solicitação. Segundo Aline, a lista de livros que os usuários pedem se amplia dia após dia, estando em constante renovação. “Nós atualizamos a lista conforme os usuários pedem, mas não recebemos nada.”

Ela conta à reportagem do JM que o livro mais novo do acervo é “A Bibliotecária de Auschwitz”, de 2018. Contudo, apesar da falta de compra pelo poder público, Aline destaca que as doações dos ijuienses e a entrega de livros de escritores locais têm mantido o acervo minimamente renovado.

Neste momento pós-pandemia, a bibliotecária observa certo aumento no movimento do local, bem como renovações de cadastros e atualizações de informações. A média é de 10 novos cadastros mensais e cerca de 110 pessoas que fazem empréstimos de exemplares. “A leitura aqui na biblioteca ainda é pouca, na maioria das vezes, o pessoal leva para casa”, explica Aline, apontando a defasagem em arquivos de pesquisa, por exemplo, como uma possível causa.

*A notícia completa está na versão impressa do Jornal da Manhã.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas NOTÍCIAS