20 C
Ijuí
terça-feira, junho 18, 2024

Pense antes de compartilhar. Não colabore com o “efeito contágio “

A comunicação é o que constitui a sociedade. O compartilhar de conhecimentos, novidades, informações e valores se dá mediante o que se difunde mediante texto, imagens, áudio e até mesmo gestos — seja presencial e diretamente para com os demais, seja mediante as mídias tradicionais, seja nas redes sociais. Dessa forma, comunicar algo significa fomentar uma comunidade de sentidos. Potencializa essa comunhão de sentidos a carga emocional do contexto e da própria informação compartilhada, e num cenário pós-pandêmico, de crise econômica e humanitária, indivíduos das mais variadas faixas etárias se encontram fragilizados, buscando sentidos, e infelizmente seu estado emocional pode ofuscar os filtros que possam ter daquilo que é certo ou errado. Agrava ainda mais a situação o contexto em que, naturalmente, vivem os adolescentes, atravessando dilemas relacionados à formação da identidade e da personalidade, o que lhes torna ainda mais sensíveis a mensagens fortes e dissonantes, muitas vezes, infelizmente, contendo desinformação. O efeito contágio, também conhecido como “efeito Werther”, é a ideia de que a cobertura midiática intensiva de um suicídio, homicídio ou outra forma de violência inspira ou influencia outras pessoas a cometerem atos semelhantes. Por esse motivo, muitos profissionais da mídia, pesquisadores e autoridades em saúde mental recomendam evitar a divulgação de detalhes sensacionalistas ou identificação pessoal de perpetradores de crimes violentos. A ideia é que, ao minimizar a publicidade em torno desses eventos, a mídia possa ajudar a prevenir o chamado “efeito de imitação” que pode levar outras pessoas a cometerem atos semelhantes. Na recente onda de atentados a escolas que vem causando justificado temor entre cidadãos, famílias e instituições em geral, recomenda-se a todos, em todas as formas de mídia — mas, principalmente, na internet, em razão da força de ressonância das informações compartilhadas em seus meios — que não sejam divulgadas, ainda que com caráter crítico e humanitário, imagens, opiniões e identidade de autores/suspeitos de atentados por cidadãos, autoridades e imprensa. Essa medida é capaz de evitar o efeito contágio desse tipo de informação, diminuindo-se dessa forma a possibilidade de outros indivíduos se sentirem inspirados atos semelhantes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas NOTÍCIAS