17.8 C
Ijuí
terça-feira, junho 18, 2024

Mortes nas rodovias crescem 30% em um ano

O ano de 2022 tem sido um dos mais violentos na questão dos acidentes de trânsito registrados nas rodovias federais que compõem a região. Após um período pandêmico onde a circulação de condutores teve uma queda acentuada, e consequentemente, os acidentes, com a retomada da vida cotidiana, esses fatos voltaram a ser registrados com maior frequência.

Embora os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentem um equilíbrio entre o número total de acidentes ocorridos neste ano, em relação a 2021, com 260 registros em média, há um aumento considerável no número de pessoas que perderam a vida. Segundo o inspetor-chefe da 10ª Delegacia da PRF de Ijuí, Vilmar Keske, durante apresentação de balanço da atuação ao JM, disse que até este momento foram 363 pessoas feridas e 46 vítimas fatais nas rodovias federais de cobertura. No ano passado, segundo ele, 35 pessoas perderam a vida no trânsito, o que representa um crescimento de mais de 30% no número de mortos.

Dos 46 mortos do ano, 26 deles morreram em colisões frontais. “A colisão frontal é o que mais está matando na nossa região. Para haver esse tipo de colisão, um veículo precisa invadir a faixa do outro. Aí vem fatores como as ultrapassagens indevidas, má ou falta de atenção na condução do veículo para que o condutor saia de sua faixa de circulação e invada a pista contrária”, explica Keske. Ele salienta que é necessário buscar a conscientização dos condutores para a segurança viária. “Nossos usuários precisam respeitar as regras de circulação e conduta.”

*A notícia completa está na versão impressa do Jornal da Manhã.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas NOTÍCIAS