20.3 C
Ijuí
domingo, fevereiro 25, 2024

GUERRA E OURO

**Antes da Segunda Guerra Mundial, a Inglaterra tinha o maior depósito de ouro do mundo, arrecadado através de séculos.**Ao terminar a guerra, ela foi pagar as suas contas com os Estados Unidos, que forneceram muitas armas, desde navios, aviões, tanque, munição. E a Inglaterra estava aparecendo como vitoriosa no campo de batalha, mas como derrotada nas finanças, e teve que usar o seu ouro para pagar as suas contas.** Em troca, os Estados Unidos, que já vinham se notabilizando como uma nação muito poderosa, em todos os setores, acabou sendo também o país que mais tinha ouro depositado em seus depósitos.** Isso tudo mostra como uma guerra acaba com a finança de um país, mesmo que ele saia vitorioso. Agora temos o exemplo da guerra entre a Rússia, uma superpotência, e a Ucrânia, um país também poderoso, mas muito menor. Por enquanto, ela está ainda mantendo os combates, mas com a ajuda de muitos países europeus e também dos Estados Unidos.** Vai chegar num ponto, se a guerra se prolongar mais tempo, em que a Ucrânia vai depender totalmente das doações da União Europeia, que na verdade não são doações, porque mais tarde virão as cobranças. Além do que acontece com a sua população. Só na Alemanha existem já hoje um milhão de refugiados da Ucrânia.** Em 1996, a Rússia estava numa péssima situação financeira e o presidente era Boris Yeltsin e o seu mandato estava terminando e ele queria se eleger e para isso precisava de dinheiro para injetar no país.**Ele escolheu sete oligarcas da Rússia, e negociou sete grandes empresas, especialmente petrolíferas, com esses oligarcas, em troca de 500 milhões de dólares, que cada empresa emprestava ao governo russo.** O contrato previa, que Boris Yeltsin eleito, e se não pudesse pagar os sete oligarcas, eles ficariam de donos dessas empresas.** Resultado, hoje eles são os grandes milionários do mundo, porque o governo Russo, não conseguiu pagar as contas, do dinheiro que teve que usar para reeleger Boris Yeltsin.** Outra do Lula, ele vai cortar 50% dos dividendos, que recebem os acionistas da Petrobras, para investir em outras empresas. Vai baixar o rendimento e o interesse dos investidores da Petrobras, que vai perder valor e poderá entrar na mesma trilha que ela percorreu quando, durante o governo anterior do PT, da Dilma, ela praticamente quebrou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas NOTÍCIAS