20.9 C
Ijuí
quarta-feira, julho 24, 2024

CAÇA

CAÇA
Por enquanto estão cassando. Logo logo, vão começar a caçar os opositores. Vão vendo. Eles não têm mais freios. Nunca tiveram vergonha. Estão se vingando. É a ressurreição dos zumbis. É Gotham sem um Batman. Soltaram o Pinguim, o Charada, o Coringa e vão prender o Comissário Gordon.
ELEITOS
Lula está fazendo um excelente governo. Tudo o que ele prometia está cumprindo. A destruição das instituições e da economia brasileira. O problema nunca foi Lula. Ele se tornou um problema porque a maioria da parcela de brasileiros que votam o colocou na chefia do governo. O problema dessa gente é um só: falha psicoepistemológica. Em termos absolutos, negaram a realidade. Acreditavam que o Lula não faria o que disse que faria. Imaginavam que ele teria aprendido com seus erros para não os repetir. Em termos relativos, também ficaram alheios aos fatos. Temeram mais um tirano em potencial, como entendiam ser o Bolsonaro, do que Lula, o tirano real, concreto, como ficou comprovado por seus atos durante seus dois mandatos e o da Dilma. Agora, mais uma vez, passados poucos meses do seu terceiro mandato, a realidade mostra ter primazia sobre a consciência dos incautos e Lula, de novo, mostra quem é. Confundir real e potencial, se evadir da realidade, agir por capricho ou guiado pelas emoções é a característica dos povos místicos, religiosos ou seculares. O brasileiro é supersticioso, manipulável emocionalmente quando estimulado a sentir culpa, remorso, medo, inveja e outras sensações que habitam mentes primitivas. Entre um salvador da pátria messiânico, escolheram seu oposto. (adaptado de Roberto Rachewsky)
NÃO-ELEITOS
Hoje no Brasil os não-eleitos mandam, mesmo sem terem votos populares. Criam leis e ainda cassam os eleitos. Não há mais três poderes. Há um poder e dois palhaços. Em breve, esse poder começará a mexer nas leis sobre drogas, aborto, etc. ignorando o legislativo.
ARGENTINA
Cristina Kirchner descarta oficialmente se candidatar à presidência da Argentina. Milei vai acabar ganhando por WO. Onda vermelha na América Latina virou uma marola murcha, cujo maior sobrevivente se arrasta, sustentado pelo autoritário judiciário brasileiro. (via J. H. Fonseca, economista)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Últimas NOTÍCIAS