32 C
Ijuí
domingo, janeiro 29, 2023

Fiergs projeta que PIB gaúcho cresça 5%

Como era esperado, a estiagem afetará o desempenho final da economia do Rio Grande do Sul neste ano. De acordo com estimativas da Fiergs, o PIB do Estado deve registrar uma redução de 2,5% em 2022. Já o Brasil deve apresentar um crescimento do Produto Interno Bruto da ordem de 3,1%. Já para 2023, as condições se invertem. Enquanto a perspectiva para o Rio Grande do Sul é um incremento de 5%, para o País a evolução deve ser apenas de 1%.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilberto Petry, acompanhado do economista-chefe da Fiergs, André Nunes de Nunes, apresentou ontem, na sede da entidade, o Balanço 2022 e Perspectivas 2023 para as economias do Brasil e do Rio Grande do Sul.

Uma das preocupações de Petry é quanto à queda da confiança da indústria na economia nacional. “Se a indústria não faz investimento, não se gera emprego”, adverte o dirigente.

Na ocasião, Nunes ressaltou que o País precisa manter sua estabilidade macroeconômica no próximo ano. Ele frisa que as reformas servem para modernizar a economia do País. “Como a tributária, que nos dá competitividade”, argumenta o economista.

Segundo a Fiergs, o resultado futuro vai depender da capacidade do novo governo federal e do congresso nacional de sinalizar a continuidade da agenda de reformas e adotar medidas que garantam o equilíbrio das contas públicas e da dívida no longo prazo.

Já para a economia do Estado, a recuperação agrícola deve resultar em uma faixa de crescimento elevada. O aumento estimado na produção da safra de grãos é de 52,5%, conforme prognóstico do IBGE.

Ainda segundo a Fiergs, o crescimento da economia gaúcha de 5% estimado para o próximo ano aparenta ser elevado, mas isso coloca o nível do PIB do Rio Grande do Sul em 2023 apenas 2,4% acima do patamar de 2021, o equivalente a crescer a uma média de 1,2% em dois anos, o que é pouco e deixa o Estado abaixo da média nacional.

*A notícia completa está na versão impressa do Jornal da Manhã.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias