19.6 C
Ijuí
domingo, fevereiro 5, 2023

Transtorno de ansiedade cresce e gera alertas

Coração acelerado durante uma prova e nervosismo antes de uma apresentação importante, ou do primeiro encontro com a pessoa amada. Embora seja natural, a ansiedade, que é uma resposta do corpo humano a situações de estresse que fogem da rotina, pode se transformar em um transtorno e deixar de ser passageira, atingindo níveis que motivam preocupação médica.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2019, 18,6 milhões de brasileiros, quase 10% da população, conviviam com o transtorno, o maior número de pessoas com a doença em um País no mundo. No entanto, após a pandemia de covid-19, esse número, de acordo com a entidade, cresceu cerca de 25% em dois anos.

Psicóloga do Hospital Bom Pastor, Tanara Zimmermann explica que a ansiedade é um tema importante a ser discutido. Conforme ela é um sentimento vago, às vezes desagradável, caracterizado por desconforto de antecipação de algum período, situação futura. “Cada pessoa responde de uma forma à determinada situação. É algo que precisa ser discutido para que quem esteja sofrendo com o problema, possa ter qualidade de vida, entender as situações que vem enfrentando e qual tipo de tratamento podem ser estudados e realizados”, destaca.

Conforme ela, a ansiedade é algo comum no ser humano. É um sentimento que acontece durante o dia a dia nas atividades de rotina. O que merece atenção, no entanto, é quando os sinais começam a ser frequentes e prejudicar o desenvolvimento das rotinas e atividades. “A ansiedade pode vir a ser uma problemática na continuidade do desenvolvimento de situações pessoais, no trabalho e vai aparecendo aos poucos. É necessária atenção quando ela começa a prejudicar isso”, relata.

*A notícia completa está na versão impressa do Jornal da Manhã

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias