35.8 C
Ijuí
quarta-feira, dezembro 7, 2022

Roberto Jefferson é preso por ataque à PF

Roberto Jefferson político de extrema direita efetuou mais de 20 tiros de fuzil e lançou 2 granadas contra a PF, na manhã de Domingo (23). A polícia havia ido à casa do ex-deputado para cumprir a ordem de prisão do STF (Supremo Tribunal de Federal).

Após atacar os policiais, Jefferson divulgou vídeos para afirmar que não se entregaria à polícia e confirma ter atirado contra os policiais: “Eu não vou me entregar. Eu não vou me entregar porque acho um absurdo. Chega, me cansei de ser vítima de arbítrio, de abuso. Infelizmente, eu vou enfrentá-los”.

O ex-parlamentar foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República em agosto de 2021 por incitação ao crime por estimular a população a invadir o Congresso e a atacar instituições como o STF, ficou detido em uma penitenciária e estava sob uso de tornozeleira.

Agora estava sendo preso por xingar a ministra Carmén Lúcia, ministra do STF, comparando com “prostitutas”, “arrombadas” e “vagabundas” em vídeo publicado nas redes sociais da sua filha, Cristiane Brasil (PTB).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias

PORTUGAL ATROPELA A SUÍÇA

DEFINIDAS AS QUARTAS DE FINAL

RESULTADO ÉPICO DO MARROCOS

Colmeia do Saber doa bolsas ao Cacon