35.8 C
Ijuí
quarta-feira, dezembro 7, 2022

É A ECONOMIA; IDIOTA

**- O título dessa coluna foi tirado de uma observação feita por um político americano e repetido daí por diante em muitas eleições, quando alguém quer saber qual é o fator decisivo numa eleição a resposta é a “economia; idiota”.

** Isso está sendo visto também nessas eleições atuais onde a todo custo um candidato procura defender as suas medidas que salvaram o País de uma catástrofe apesar de dois anos de pandemia covid e outro candidato procura dizer que morreram milhares de pessoas e o custo de vida aumentou de tal maneira que não pode ninguém mais hoje “comer uma picanha”.

** Sempre fica a lembrança do que ocorreu em eleições passadas como naquela que reelegeu FHC e que mantiveram de maneira artificial os preços e que logo após eleito liberou os preços e ficou aquele caos aquele aumento de custos de todos os produtos ou ainda quando Fernando Collor foi eleito escolheu uma mulher como economista e apregoou que ia dar um golpe de “ippon”, que vem do karatê, na inflação e decretou um congelamento de todos os recursos retidos nas poupanças no País inteiro e dali em diante o governo não se ajeitou mais terminando num impeachment que todos ainda lembram.

** A constituição de 1988 pós-regime militar e que é tão elogiada por ser responsável por medidas que beneficiam os pobres e desassistidos também instituiu no Brasil um regime que leva conflitos constantes. Temos um regime presidencialista, mas que na verdade depende do congresso nacional e muito dificilmente o presidente consegue maioria nesse congresso a não ser por manobras que levem a irregularidades e inclusive a cassação, como aconteceu com a única presidente que até agora o Brasil tevê.

** Por isso tantos defendem uma nova constituição e a instituição do parlamentarismo que muito facilmente resolve as crises ao derrubar o governo e não o presidente, que então nomeia um novo primeiro ministro que tem que ter apoio da maioria do congresso e tem uma chance assim de governar.

** Temos as repercussões diárias das ações da Rússia contra Ucrânia bombardeando inclusive a capital do país Kiev e isso nos leva a pensar: será que realmente na Rússia temos hoje democracia?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias

PORTUGAL ATROPELA A SUÍÇA

DEFINIDAS AS QUARTAS DE FINAL

RESULTADO ÉPICO DO MARROCOS

Colmeia do Saber doa bolsas ao Cacon