Ortiz Júnior

A Secretaria Municipal de Saúde, a partir da coordenadoria da Vigilância Sanitária, confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos (monkeypox) em Ijuí. O registro positivo é de um paciente do sexo masculino que apresentou sintomas como febre, apatia e outros.

O paciente se tornou suspeito na última semana, quando foi feita a coleta de exame e encaminhado ao Laboratório Central do Rio Grande do Sul (Lacen). Ele ficará mais sete dias em isolamento, dentro de um período total de 21 dias.

O bairro e a idade do paciente não foram informados. Segundo a Vigilância, o paciente não viajou quando foi contaminado pelo vírus.

A confirmação do caso em Ijuí foi informada no boletim da 17° Coordenadoria Regional de Saúde. O mesmo boletim, também descartou outros dois casos suspeitos da doença que foram submetidos à coleta de exames na última semana.

“Estamos atentos. Com o caso positivo vamos observando quais são as questões que podemos aprimorar e termos mais rapidez no combate à doença. Estamos sempre prontos para agir. As coletas foram feitas o mais rápido possível e colocamos sempre um olhar para orientar o máximo possível os pacientes e efetivar o controle da doença no nosso município”, declara o coordenador da vigilância, Ortiz Júnior.

Ortiz também salienta que os sintomas verificados são diferentes em comparação a imagens, principalmente das erupções na pele que marcam a doença. “Observamos que a estrutura das erupções não são tão fortes como aparecem nas imagens. Há menor número de erupções”, comenta.

O coordenador da Vigilância alerta que a doença é adquirida por contato, por isso logo que se diagnosticam casos suspeitos, é feito o isolamento, como foi feito com os três casos testados. “Eles não tiveram contato com outras pessoas. Estamos com toda a rede preparada para que haja o atendimento de pessoas suspeitas. Pessoas com sintomas como irritação na pele, vermelhidão, é importante que procurem atendimento médico”, completa.

Atualmente, não há outros casos suspeitos no município e na região, somente Santo Ângelo confirmou um caso.

Atualmente, o Rio Grande do Sul contabiliza 134 casos confirmados de varíola do macaco (monkeypox) distribuídos em 30 cidades, conforme o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgado nesta semana. A pasta também investiga 354 casos suspeitos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here