14 C
Ijuí
segunda-feira, outubro 3, 2022

Produção industrial no Brasil recua, diz IBGE

Apesar da alta na média nacional, a produção da indústria brasileira teve avanço em apenas quatro dos 15 locais pesquisados em julho, ante junho, pela Pesquisa Industrial Mensal Regional (PIM Regional), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (09).

Na média brasileira, a indústria teve alta de 0,6% em julho, frente a junho, segundo o resultado divulgado pelo IBGE na última semana. As quatro altas foram registradas em Pará (4,7%), Mato Grosso (3,7%), Santa Catarina (1,9%) e Rio de Janeiro (0,7%), enquanto Minas Gerais registrou estabilidade.

Principal parque industrial do País, São Paulo teve queda de 0,6% de sua produção em julho, frente a julho. As demais reduções foram registradas em Espírito Santo (-7,8%), Bahia (-7,3%), região Nordeste (-6,0%), Ceará (-4,1%), Amazonas (-2,6%), Pernambuco (-1,9%), Paraná (-1,4%), Rio Grande do Sul (-0,7%) e Goiás (-0,4%).

Frente a julho de 2021, a produção industrial caiu em quatro dos 15 locais pesquisados. Nessa comparação, a produção industrial nacional teve queda de 0,5%. Nesse mês, Espírito Santo (-10,6%) teve a redução mais acentuada, seguida por Ceará (-3,9%), Região Nordeste (-3,1%) e Pernambuco (-2,6%).

Por outro lado, Mato Grosso (25,6%) apontou avanço de dois dígitos e o mais intenso em julho de 2022. Amazonas (7,7%), Pará (4,8%), Santa Catarina (3,1%), Rio Grande do Sul (2,7%), Rio de Janeiro (1,7%), São Paulo (1,7%), Goiás (0,9%), Minas Gerais (0,6%), Paraná (0,1%) e Bahia (0,1%) também mostraram taxas positivas no mês.

O acumulado no ano foi negativo em nove dos 15 locais pesquisados, com destaque para Pará (-8,0%), Ceará (-4,5%) e Santa Catarina (-4,2%). Já o acumulado dos últimos 12 meses teve 12 dos 15 locais pesquisados com taxas negativas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias