10 C
Ijuí
terça-feira, outubro 4, 2022

Colisões frontais lideram mortes nas rodovias

A Polícia Rodoviária Federal alerta os motoristas para que tenham cuidado redobrado ao realizarem ultrapassagens. Desde o início do ano, no Rio Grande do Sul, a PRF já flagrou e autuou 21.713 motoristas por ultrapassagens indevidas (7% a mais que no mesmo período do ano passado).

Em análise dos acidentes ocorridos nas rodovias federais gaúchas desde o início do ano, foi constatado que das 233 pessoas que perderam a vida, 94 foram em colisões frontais, grande parte delas causadas por ultrapassagens indevidas.

Além das colisões frontais, as ultrapassagens mal feitas também causam outros tipos de sinistros, como saídas de pista e colisões transversais. Esta segunda que normalmente acontece como consequência da tentativa de tentar escapar de uma colisão com outro veículo.

As ultrapassagens indevidas geram infrações. Quem força a passagem está sujeito a uma multa no valor de R$ 2.930,70 e suspensão da habilitação. Já o ato de ultrapassar em local proibido pode custar R$ 1.467,35 ao motorista, além de sete pontos na carteira.

Conforme a PRF, o órgão segue fazendo sua parte, fiscalizando e autuando os motoristas que insistem em realizar tais manobras, e sempre que possível aborda o infrator para, além da multa, também fazer a orientação sobre os riscos causados pela atitude dele.

A PRF orienta o condutor que, antes de realizar uma ultrapassagem, verifique se não há no local ou logo à frente sinalização proibindo ultrapassagem; se não está sendo ultrapassado; se quem vai ser ultrapassado não indicou o propósito de ultrapassar um terceiro; e se a faixa de trânsito que vai tomar esteja livre numa extensão suficiente para que sua manobra não ponha em perigo ou obstrua o trânsito que venha em sentido contrário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias