13.2 C
Ijuí
terça-feira, outubro 4, 2022

Joaquim Nabuco faz projeto ambiental

A Escola Municipal Fundamental Joaquim Nabuco, localizada no interior de Ijuí, objetiva promover ações contínuas e práticas com o objetivo de estimular o educando a permanecer e a valorizar a vida no campo e o meio rural como espaço de aprendizagem. Para isso, desenvolve a educação no campo com processos de socialização, por meio do projeto “A valorização do meio rural como espaço de aprendizagem.

“Destacamos a importância da escola na construção desses saberes. Ao referir sobre educação ambiental, a escola avança sobre a ideia de educação no campo, com experiências pedagógicas, ligadas às raízes e a diversidade cultural da sua comunidade”, declara a diretora Loreni Kittlaus.

No educandário, os professores desenvolvem atividades na Educação Infantil e Fundamental 1 através de vivências literárias, músicas infantis e chás literários temático. Isso, de forma lúdica, promove, o aprendizado e o cuidado que as crianças devem ter com a natureza, por meio de ações e práticas de plantio de flores, hortaliças, chás, temperos e árvores frutíferas, como explica a diretora.

Com a participação ativa das crianças, após períodos de colheita, o educandário realiza o aproveitamento na cozinha da escola. “As crianças participam na elaboração e verificação da diversidade de pratos que podem ser elaborados com alimentos que cultivamos em casa e na escola”, explica Loreni.

Além disso, diariamente, os alunos exploram os lugares onde vivem, em busca de insetos, plantas, e elementos que fazem parte do meio ambiente.

Com as tendências de alimentação saudável, sustentabilidade e consumo consciente se fortalecendo a cada dia, os educadores visam desenvolver e ampliar o conhecimento sobre cultivo de hortas, sendo que a escola dispõe de um espaço amplo e rico em conhecimento. É nela que os alunos do Fundamental 2 aprofundam a aprendizagem sobre aspectos como manejo do solo e de plantas, uso consciente da água, preservação da fauna e da flora do solo, rotação de culturas e ornamentação sazonal. “A orientação sobre as formas de reaproveitamento dos resíduos alimentares, como a compostagem, para que os mesmos evitem desperdício dos alimentos também é feita”, destaca a diretora.

O projeto é desenvolvido com as turmas da Educação Infantil e Fundamental 1 e 2, com aproximadamente 70 alunos envolvendo mais de 50 famílias.

Loreni informa que todos os professores e funcionários da escola estão envolvidos no projeto, sendo eles Madalena Beautinger, Jaqueline DallaRosa, Rúbia Morais, Ingrid Kissmann, Camila Sheunemann, Jardel Peccin, Sandro da Silva, Roberto Heck, Maria Isabel Adiers, Denise Rosinke, Vilmar Matter, Suzana Schneider e Irmgard Guse. Além de todo o envolvimento da equipe diretiva e das coordenadoras Débora Cristina Torcato e Ionara Maria Batista.

Além do projeto da escola, a Joaquim Nabuco desenvolve durante todo o ano atividades relacionadas à Educação Ambiental, como A Gincana do Meio Ambiente, em parceria com a Unijuí, sobre Logística Reversa, que trata sobre o descarte adequado de resíduos eletrônicos como pilhas e baterias pequenas. “Ainda contamos com o projeto Vivências Sustentáveis, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, que acontece no turno inverso onde os alunos desenvolvem técnicas de adubação, compostagem, estudo dos solos e monitoramento de pragas e plantas invasoras”, finaliza Loreni.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias