14 C
Ijuí
segunda-feira, outubro 3, 2022

Brigada Militar tem novo comandante regional

Apertar o cerco contra os criminosos por meio de abordagens e operações. É esse o objetivo do novo comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva Missões (CRPO Missões), coronel Paulo Ricardo Pinto Franco, que assumiu a titularidade do órgão no último dia 9. O CRPO Missões, que tem sede em Santo Ângelo abrange 32 municípios, que inclui o 29º BPM, de Ijuí, além do 7º RPMon, de Santo Ângelo e o 14º BPM, de São Luiz Gonzaga.

Natural de Porto Alegre, o coronel assume o lugar do tenente-coronel Sérgio Gonçalves, que foi transferido e assumiu o CRPO Litoral. “Aos poucos vamos visitando e conhecendo a realidade da região, que é totalmente diferente de Porto Alegre. Aqui há um ritmo diferente de trabalho. Em termos de policiamento se difere, pois há muito abigeato, e em Porto Alegre não tem isso. O furto qualificado, indicador que é elevado, também é diferenciado, uma vez que o comércio fecha mais cedo por aqui”, relata, em entrevista ao JM.

Como meta, o coronel Franco destaca o planejamento, que busca, a partir da inteligência policial, integração com os órgãos de polícia, tanto a Federal, como a Civil. “Nosso plano específico que já conversei com o pessoal, é planejamento de mais operações, barreiras, a fim de conversar com a população abordada. Não queremos agir de forma truculenta, mas de uma forma técnica, que não ultrapasse a forma da lei. A ideia é andar com a viatura onde nunca se passa.”

Sobre o tráfico de drogas, que mantém os índices de violência altos em toda a região, o novo comandante afirma que está ciente da situação e que há, sim, preocupação. “O tráfico é início para muita coisa, como os roubos. Nós temos sim a preocupação, por isso vamos ampliar o trabalho na parte preventiva, e na repressiva quando necessária, por isso precisamos do apoio da Polícia Civil para prender esses criminosos e diminuir os índices”, ressalta.

O coronel Franco enfatiza que o trabalho da inteligência é necessário, uma vez que há um termômetro com base nos dados, que define quais temas demandam mais atenção. ” Vamos acompanhando, se os homicídios aumentaram na média, prontamente termos que rever o planejamento.”

O comandante também manda um recado aos criminosos. “Melhor ficar em casa, pois agora vamos dar uma apertada, porque ninguém assalta onde a polícia está, por isso nós é quem temos que incomodar, com barreiras, inteligência, revistas e espero que a população entenda o nosso trabalho”, conclui o coronel Franco.AAAA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias