13.2 C
Ijuí
terça-feira, outubro 4, 2022

PC apura participação e mandantes de assassinato

Os órgãos de segurança agiram rapidamente e efetuaram a prisão de uma pessoa suspeita de ter cometido o assassinato de Dieckson da Silva Maturano, 34 anos, que ocorreu na tarde de sábado, no beco da Jarda, no bairro Lambari, em Ijuí.

O suspeito foi detido pouco tempo depois do homicídio, próximo ao local do fato. Ele recebeu o flagrante e segue preso. Em depoimento aos policiais, não informou detalhes e a razão do homicídio. Conforme a Polícia Civil, o inquérito policial segue em tramitação para apurar possíveis participações e mandantes do crime.

As investigações estão a cargo da Draco de Ijuí, que confirmou que o crime ocorreu em decorrência do tráfico de drogas e facções criminosas. Mais detalhes devem divulgados nos próximos dias.
Segundo a Brigada Militar, o assassinato ocorreu por volta das 15h de sábado. A vítima foi encontrada próximo a porta de uma casa no beco da Jarda.

Conforme informações, ele teria sido, possivelmente, torturado antes da morte. Estava com as pernas amarradas com fios de luz e teria sido golpeado a pauladas. O homem também recebeu diversos golpes de arma branca (facadas). Maioria das agressões, conforme a Brigada Militar, ocorreram na região da cabeça.

O local onde ocorreu a morte, de acordo com as autoridades policiais, é um ponto conhecido pela comercialização de entorpecentes de uma organização criminosa. A vítima possuía antecedentes criminais, assim como o suspeito preso.
Além da Brigada Militar, que isolou o local do crime, e da Polícia Civil, estiveram na residência onde ocorreu o homicídio o Samu, que constatou a morte, e o Instituto-Geral de Perícias (IGP), que fez o levantamento para evidenciar como o crime foi cometido.

Esse foi o quinto homicídio registrado no ano em Ijuí e o segundo confirmado somente no mês de agosto. O primeiro assassinato do mês ocorreu na noite do dia 4, no bairro Alvorada. Juliano Silveira dos Santos, 25 anos, foi morto a tiros após emboscada, onde dois homens em uma moto chegaram até a vítima, agrediram-no com o capacete e depois atiraram. Três suspeitos de estarem envolvidos com o crime foram presos nos dias seguintes, em ação conjunta da BM e da Polícia Civil.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias