14 C
Ijuí
segunda-feira, outubro 3, 2022

Recenseadores do IBGE enfrentam barreiras

O Censo Demográfico 2022, que começou no dia 1° de agosto e deve se estender até 31 de outubro, gera trabalho e desafio para os 180 mil recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) espalhados pelo Brasil. Muitos deles enfrentam barreiras na hora de fazer a coleta domiciliar, que tem como objetivo traçar o perfil da população, ajudando a identificar problemas sociais e econômicos. Em Ijuí, depois de duas semanas de coleta de dados, os recenseadores já relatam algumas dificuldades.

“Um exemplo seria a dificuldade de acessar alguns prédios e condomínios”, disse o coordenador censitário, Lucas Dornelles, em entrevista ao JM.

Para facilitar o contato, IBGE está colando cartazes em condomínios

A pesquisa do Censo é realizada a cada 10 anos. No entanto, em 2020, não foi possível a sua realização, sendo adiada para agosto de 2022. Com uma decisão feita em julho pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a participação da pesquisa do Censo virou obrigatória, podendo ser aplicada uma multa caso o cidadão se negue a responder. Porém, o IBGE opta pelo convencimento e cooperação da população, já que o levantamento tem como seu principal objetivo coletar dados confiáveis para os problemas poderem ser localizados e resolvidos. “É importante que a população receba o recenseador e preste a informação de acordo com a realidade do domicílio. É um questionário simples e bem rápido”, afirma Dornelles.

O IBGE está deixando avisos nos condomínios, com a foto do recenseador, informações e contato para ajudar na coleta de dados.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias