13.2 C
Ijuí
terça-feira, outubro 4, 2022

Oficinas orientam a produção de filmes

O 4º Festival Estudantil Curtas na Escola está em pleno andamento nas escolas da rede estadual, municipal e privada dos municípios de abrangência da 36ª Coordenadoria Regional de Educação (36ª CRE). A preparação de alunos e professores para o trabalho em sala de aula na produção dos filmes está sendo oportunizada por meio de oficinas pelo Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE), da 36ª CRE. Todas as escolas participantes do Festival podem dispor das orientações técnicas, que acontecem mediante agendamento.

Na manhã de segunda-feira a Escola Estadual de Ensino Médio Antônio Padilha participou de oficina, ministrada por Cileno César, do NTE, que reuniu os estudantes do 1º Ano do Ensino Médio, orientados pela professora Cheila de Souza. Durante a realização da atividade, os alunos analisaram filmes já premiados em edições anteriores do Festival e puderam observar aspectos importantes a serem avaliados durante suas produções, como enquadramento, tempo de filmagem e tema central de abordagem.

“As oficinas funcionam como uma forma de despertar os alunos para que eles percebam as habilidades e competências que possuem. Além disso, possibilita conhecer os colegas para que eles consigam trabalhar em grupo. Queremos dar ânimo a eles, a partir de um olhar para roteiro, enquadramento, tomadas de imagem, captação de áudio e edição”, salienta Cileno. A análise de produções premiadas tem como intuito fazer os estudantes observarem questões técnicas e de produção, esclarece Cileno.

Para a professora Cheila as oficinas do NTE possibilitam aos estudantes ter uma visão mais ampla sobre o que estão produzindo e fortalece a base teórica para a produção de roteiros e captação de imagens, o que já era estudado em sala de aula. “Ficamos felizes pela volta do Curtas. Nossa expectativa é entrar no Festival com três filmes da Antônio Padilha. Muitos alunos demonstraram interesse em participar, por isso os dividimos em dois grupos.”

Na tarde de ontem foi a vez do Colégio Estadual José Lange, de Augusto Pestana, participar das oficinas. A equipe do NTE se deslocou até o educandário, o que é possível de ser feito se a escola não pode providenciar a vinda dos alunos até a 36º CRE.

A professora Catia Brittes, uma das responsáveis pela produção dos curtas com os alunos do José Lange, atua no festival desde a primeira edição. “Com esse trabalho os alunos conseguem se desinibir e obter maior autonomia. Além disso, eles ampliam os limites pessoais e melhoram a comunicação”, declara a professora, contente com o retorno das atividades do Festival.

O 4º Festival Estudantil Curtas na Escola é promovido pelo Jornal da Manhã e realizado pela 36ª CRE, com patrocínio de Óptica Wolff, Unimed Noroeste/RS, Unijuí, Sicredi das Culturas RS/MG e Soberana, e apoio cultural do Sesc.

As pré-inscrições estão abertas até o final de setembro, no site da 36ª CRE, onde também podem ser obtidas todas as informações sobre participação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias