15 C
Ijuí
sexta-feira, setembro 30, 2022

Vereadores criticam ineficiência do Executivo

A sessão ordinária do Legislativo de Ijuí, realizada ontem, chamou a atenção de quem esteve no plenário. Muitas cadeiras vazias com a ausência de muitos vereadores da base do governo. Os parlamentares deixaram a sessão, antes do início do pequeno e grande expediente. A iniciativa foi criticada pelos colegas e teve até quem sugeriu desconto na folha de pagamento.

Durante as atividades, o Poder Executivo foi duramente cobrado no que se refere ao cumprimento de lei federal do piso nacional dos agentes de Saúde, de dois salários mínimos. Os vereadores taxaram o governo municipal de ineficiente, citando a demora das lâmpadas LEDs e insensível com os profissionais de Saúde.
A manifestação aconteceu diante de cartazes de agentes cobrando o pagamento.

A vereadora Alexandre Lentz (PDT) reafirmou seu compromisso com a categoria, lembrando quando foi coordenadora dos agentes e secretária de Saúde. Ela lamentou a demora e cobrou agilidade do Executivo na liberação dos recursos. “Espero que esse estudo de impacto financeiro que o Executivo diz ser preciso aconteça rapidamente.” O vereador César Busnello (PSB) lembra que há uma lei federal aprovada que deve ser cumprida, e lembra que recursos foram repassados pelo governo federal. “É um governo marcado pela ineficiência.”

Na sessão também foram aprovados projetos como o que cria o Bolsa Atleta; que permite uso gratuito de imóvel, por prazo determinado, no Parque de Exposições Wanderlei Agostinho Burmann para a União das Etnias (Ueti) crédito adicional de R$ 1,32 milhão para a construção de cobertura do Imeab e na Escola Municipal Joaquim Porto Villanova e complementação de folha salarial; projeto de resolução que cria a TV Câmara; repasse de R$ 50 mil para Apae, entre outros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias

INTERNACIONAL

DEMISSÃO

DIVULGAÇÃO