13.2 C
Ijuí
terça-feira, outubro 4, 2022

Gestores discutem a formação da nova Rota

Gestores de turismo das 11 cidades que integram a Associação dos Municípios do Planalto Médio (Amuplam) estiveram reunidos na manhã de sexta-feira para debater a nova Rota das Águas, Culturas e Sabores. O encontro ocorreu na sede do Consórcio Intermunicipal do Noroeste do Estado (Cisa) e reuniu representantes dos municípios de Ijuí, Ajuricaba, Augusto Pestana, Bozano, Condor, Coronel Barros, Catuípe, Nova Ramada, Jóia, Pejuçara e Panambi.
Este foi o primeiro encontro dos gestores após o anúncio da criação da nova rota turística, que já foi homologada e reconhecida pelo Ministério do Turismo e pela Secretaria Estadual de Turismo.
Para iniciar essa nova rota, no início do ano, os municípios da Amuplam entraram com um pedido de saída da Rota do Yucumã, que tem como principal ponto turístico o Saldo do Yucumã – considerado a mais extensa queda longitudinal do mundo, com 1800 metros, e localizado no município de Derrubadas, extremos Noroeste do Rio Grande do Sul e a 166 quilômetros de Ijuí. O processo de saída da rota deve ser concluído no fim de 2022.
O coordenador da Rota e prefeito Panambi Daniel Hinnah participou do encontro e esclareceu os principais pontos que serão desenvolvidos a partir da nova articulação da rota turística. Em entrevista ao JM, o gestor municipal reforçou a importância de ver o turismo como um negócio que pode gerar desenvolvimento para os municípios da região. “É uma oportunidade de empreender, de emprego, de renda e os 11 municípios da região têm o que mostrar. Nós estamos muito bem localizados, pois dentro das rotas turísticas do Estado, as Missões são muito visitada, a Rota do Yucumã também, mas como temos uma certa distância dessas rotas nós começamos a nos organizar e a partir de agora vamos alinhar o roteiro turístico, apresentar as potencialidades .”
A turismóloga do município de Ijuí, Bianca Canapelle, participou da reunião no Cisa. Para ela, a forma de como foi a saída dos municípios da Amuplam da Rota do Yucumã foi abrupta e deveria ter ocorrido de forma diferente, principalmente, segundo ela, porque a região não tem a vocação turística ainda alicerçada e poderia ter usado a estrutura e conhecimento técnico e administrativo do Consórcio da Rota do Yucumã para pensar o novo projeto mais a longo prazo. “Mas agora a Rota está constituída e temos que trabalhar para colocá-la em prática”, reforça a especialista, que lembra que muitas prefeituras nem tem secretaria de turismo ou que ela está incluída dentro de outras pastas.
A Rota das Águas, Culturas e Sabores será lançada no dia 16 de agosto, no município de Panambi. Para a realização do projeto, foi contratado uma agência de publicidade para a construção da identidade visual e uma equipe técnica de turismo, que irá fazer o levantamento dos pontos turísticos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias