16.7 C
Ijuí
terça-feira, agosto 16, 2022

Felipe Krawczac: Veterinário ijuiense se destaca como pesquisador

A trajetória de Felipe, antes de sair de Ijuí, começou no Ruizinho e no Colégio Sagrado Coração de Jesus, e sempre incentivado pelos professores e pelos pais Mauri e Elaine, empresários da empresa Incobox, ele seguiu os estudos e fez sua graduação na UFSM, mestrado e doutorado na Universidade de São Paulo (USP). O doutorado fez no CDC (Centers for Disease Control and Prevention) em Atlanta, nos Estados Unidos, e o pós-doutorado na USP. Hoje, reside em Goiânia, e em Ijuí estão, além dos pais, a irmã, Francieli Krawczak.

Na capital de Goiás, atua como professor e pesquisador da Universidade Federal de Goiás (UFG), ministra aulas para os cursos de Medicina Veterinária, Medicina Humana, Biotecnologia, Zootecnia e na pós-graduação, dá aula para a residência, mestrado e doutorado. Felipe é responsável por orientar alunos em pesquisas de mestrado e doutorado.
O ijuiense alcançou a sonhada meta de entrar para a elite de pesquisadores do Brasil se tornando bolsista de produtividade do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). A conquista veio avalizada pelas diversas publicações de artigos em revistas científicas de alto fator de impacto mundial. Contribui também as suas pesquisas de elevada importância para a comunidade científica nacional e internacional, na área de doenças parasitárias, de extrema relevância para a saúde do homem e dos animais.

Seus artigos e pesquisas contribuem para a melhoria da qualidade de vida do homem, dos animais e do equilíbrio da saúde ambiental, abrangendo o conceito mais moderno em saúde, denominado de One Health (Saúde Única em português). Entrar para o seleto grupo de pesquisadores foi a recompensa de muita dedicação e empenho do ijuiense em atingir esse objetivo. “Estar na elite dos pesquisadores do Brasil, para mim, é um motivo de grande alegria. Sou muito grato a Deus, a meus pais, professores e às agências de fomento à pesquisa (CNPq, Capes, Fapesp e Fapeg), pois toda minha trajetória acadêmica (graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado e experiências internacionais) foram financiadas por esses órgãos públicos, nunca tive que pagar pelos meus estudos”.

Por isso, Felipe faz questão de frisar a importância do incentivo à pesquisa no Brasil e o Ensino Superior público de qualidade. “Todos os países desenvolvidos, sem exceção, investem muitos recursos na pesquisa. Não existe nação forte economicamente sem pesquisa e tecnologia de ponta”, afirma. Investir em pesquisa, defende Felipe, “é como plantar uma semente para colher excelentes frutos no futuro”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img

Últimas notícias